(DM-Série) Dia 4, o zangão que há em mim


A maioria das postagens no meu blog começam com "a droga da minha internet nunca funciona" ou então eu acordo e já penso " que calor dos infernos!". Hoje foi bem diferente.

Hoje eu acordei e lembrei logo do minimalismo, e o principio mais básico pra vida: a gratidão. Acordei agradecendo pelo calorão que já estava aqui no Rio de Janeiro, passei o dia colhendo os frutos dos momentos sem reclamar.

Lembrei da meditação e resolvi fazer um pouco mais hoje, ajudou a esparecer a mente.

A tarde uma coisa surpreendente aconteceu: COMEÇOU A CHOVER ! Fiquei pasma!

Eu não sabia se tinha sido porque ao invés de reclamar eu agradeci o calor ou porque simplesmente o tempo resolveu dar uma trégua. Não sei. Eu sei que choveu e o tempo amenizou bastante.

Outra coisa é que quela sensação de euforia que eu estava sentindo no começo do desafio está indo embora. Não, eu não estou desanimando quanto ao desafio, mas é porque eu estou vendo que encarar o minimalismo como um desafio é meio que "falta de respeito" *risos*. Um estilo de vida é bem melhor.

*minimalismo sorri e aprova a decisão*


0 Comentários:

Postar um comentário

Antes de comentar dê uma lida.

* Não comente como anônimo. Na opção "comentar como" escolha "Nome/URL" e assim, vou saber quem é e retribuir a visita no seu blog.
* Visite nossos termos de uso para saber mais sobre os comentários.